Quanto tempo leva para um ferro de solda esfriar?

Se alguém está trabalhando em um projeto de solda e precisa mudar as pontas ou está terminando e precisa deixar as pontas esfriarem antes de armazenar sua ferramenta, surge a pergunta: quanto tempo leva para um ferro de solda esfriar? Esta pergunta tem vários cenários possíveis e tantas respostas. Aqui estão algumas das diferentes situações e suas soluções correspondentes para ajudar a responder à pergunta de resfriamento com relação aos ferros de solda.

O estilo faz a diferença

Ao considerar o tempo de resfriamento de um ferro de solda, a primeira coisa a se pensar é o estilo do dispositivo que você está usando. O tamanho e o tipo de ponta que você está utilizando determinará o tempo total necessário para que as dicas e ferramentas esfriem.

Cada uma dessas opções de ferramenta oferece diferentes níveis de calor e estilos de calor, que, por sua vez, alteram o tempo total necessário para que os próprios ferros de solda esfriem. Embora a maioria dos dispositivos esteja fria o suficiente dentro de dois a três minutos, para não iniciar um incêndio, é recomendável aguardar pelo menos trinta minutos antes de armazenar as ferramentas em um espaço fechado. Sempre verifique e verifique se todas as peças foram resfriadas antes de armazená-las dessa maneira. A maioria desses dispositivos possui suportes que facilitam o resfriamento e permitem que os usuários evitem queimaduras nas superfícies durante o processo de resfriamento.

Se a necessidade de um ferro de solda frio for alterar as dicas para utilizar outro estilo ou tamanho, o tempo dependerá não apenas do próprio ferro de solda, mas também da ponta que está em uso no momento. As dicas variam em tamanho e estilo, desde muito finas para pequenos projetos delicados, como placas de circuito, até dicas mais amplas para cabos e fios. Quanto mais grossa a ponta, mais tempo levará para ela esfriar completamente. No entanto, existem outras recomendações para alterar as dicas durante o trabalho, sem ter que esperar.

Recomendações para alterar dicas quentes

Há algumas ocasiões em que é necessário alterar uma dica durante um projeto. O problema surge quando a ponta atual está quente demais para ser manuseada. Então, como você pode continuar trabalhando quando a ponta está quente demais para remover? Aqui estão algumas recomendações:

  • Remova com um alicate. As dicas quentes podem ser facilmente removidas com um alicate. Para fazer isso, verifique se você tem algum lugar para colocar a ponta quente que não queimará enquanto ainda estiver esfriando. Muitos estandes têm suportes ou copos para segurar essas dicas quentes com segurança. Se o seu não encontrar, encontre um recipiente que resista ao calor. O primeiro passo para mudar a ponta será desligar o ferro de soldar. Uma vez desligado, usando o alicate, desaparafuse a bainha da ponta atual e solte-a no suporte. Remova cuidadosamente a ponta e coloque-a no recipiente de resfriamento. Tenha cuidado para não tocar em nenhuma superfície sensível ao calor, pois estará extremamente quente. Agora você está pronto para inserir a nova dica. É uma boa idéia usar o alicate também para essa parte, pois será necessário recolocar a bainha e provavelmente ainda estará quente. Depois de colocar a ponta no lugar, deslize-a para dentro da bainha que está no suporte e torça para iniciar a rosca. Aperte a bainha até o fim usando o alicate. Agora você está pronto para continuar com seu trabalho.

 

  • Luvas resistentes ao calor. Outra opção popular para alterar as dicas quentes durante os projetos é com luvas resistentes ao calor. Ao escolher um par de luvas resistentes ao calor para esse fim, procure luvas resistentes ao calor acima de novecentos graus. Verifique duas vezes a compactação de calor do seu ferro de solda e verifique se a resistência ao calor das luvas é pelo menos cem graus mais alta por questões de segurança. Com essas luvas, você poderá simplesmente remover a ponta quente e colocá-la em um recipiente para resfriamento. Substitua pela ponta desejada, deixe a nova ponta esquentar até a temperatura adequada e volte ao trabalho.

Idéias para quando mais de uma dica é necessária

Quando você entra em um projeto sabendo que precisará de dicas diferentes para concluir o trabalho, alguns soldadores gostam de usar vários dispositivos. Agora, essa não é uma idéia ideal para o ocasional faça-você-mesmo, mas se você fizer um pouco de solda, isso poderá fornecer uma solução. Uma maneira de conseguir isso é comprar vários ferros de solda diferentes, que com o custo geralmente baixo de alguns dos dispositivos mais básicos, não são muito exigentes no bolso.

Outra opção que fornece disponibilidade de várias pontas é usar um sistema de solda que oferece várias peças de mão diferentes. Os sistemas de solda têm um preço mais alto do que alguns outros dispositivos, mas se você é um soldador ávido, o equipamento e a trabalhabilidade extras serão mais do que maquiagem pelo preço adicional. Alguns sistemas vêm com acessórios extras para dicas, enquanto outros têm várias peças de mão e acessórios para pistolas de ar quente. Encontrar o sistema certo eliminará a necessidade de esperar que as dicas esfriem para mudá-las e permita um trabalho contínuo.

O que não fazer para substituir as dicas quentes

Agora que você sabe um pouco sobre o tempo de resfriamento e como alterar as dicas quentes de um ferro de soldar, é essencial cobrir algumas coisas que nunca devem ser tentadas para resfriar as dicas ou os dispositivos. A utilização dessas técnicas para resfriar o ferro de soldar pode resultar em danos a você ou ao ferro e pontas de solda.

O primeiro não-não quando se trata de esfriar as pontas de ferro de solda é colocá-las na água. Existem vários fatores que tornam essa má ideia. Primeiro, se o ferro de soldar ainda estiver conectado, você corre o risco de choque elétrico. Em seguida, o calor extremo das pontas sendo rapidamente reduzido pela água pode causar rachaduras na camada de proteção externa da ponta. Essas camadas externas geralmente são feitas de ferro, que protege um núcleo de cobre interno. O núcleo de cobre permite aquecimento rápido e aquecimento consistente durante todo o uso, enquanto o revestimento de ferro protege o núcleo de cobre da deterioração rápida e da necessidade de substituições frequentes. Quando a camada externa fica rachada, permite que o fluxo entre em contato com a camada interna de cobre e inicia a corrosão do cobre. Finalmente, entre outras razões, é que, quando você introduz o calor extremo do ferro de soldar na água, as bolhas e a evaporação resultante podem causar queimaduras no usuário.

O outro não-não para resfriar um ferro de solda é o uso de ventiladores. Embora os ventiladores possam não causar o tipo de dano causado pela água às dicas quentes, eles ainda causam um resfriamento rápido, e essa ação geralmente resulta em dicas rachadas e novamente na compra frequente de dicas de substituição.

Paciência é a chave

Quando se trata de esfriar um ferro de solda, a paciência é definitivamente a melhor. A espera de dois a três minutos garantirá que o ferro de solda não inicie um incêndio. A adição de mais trinta minutos garantirá o armazenamento seguro do ferro de soldar em um espaço fechado. Se forem necessárias mudanças de ponta e esperar não for uma opção, a utilização de alicates ou luvas resistentes ao calor pode fornecer uma solução instantânea. Por fim, tomar as devidas precauções de segurança ao trabalhar com ferros de solda irá mantê-lo seguro e prolongar a vida útil do seu ferro de solda e suas pontas. Evitar coisas como imersão em água e resfriamento do ventilador também prolongará a vida útil da sua ferramenta e acessórios, oferecendo um dispositivo que funcionará para muitos outros projetos no futuro.